página principal

 

ORAÇÃO PARA PEDIR GRAÇAS
POR INTERCESSÃO DE SANTA FAUSTINA



Ó Jesus, que fizestes de Santa Faustina
uma grande devota da Vossa imensurável misericórdia,
dignai-Vos, por seu intermédio,
se isso estiver de acordo com a Vossa santíssima Vontade,
conceder-me a graça .............., que Vos peço.
Eu, pecador, não sou digno da Vossa misericórdia,
mas olhai para o espírito de entrega e sacrifício da Irmã Faustina
e recompensai a sua virtude atendendo os pedidos que por
sua intercessão com confiança Vos apresento.

Pai nosso..., Ave Maria..., Glória ao Pai...



ORAÇÃO PARA PEDIR GRAÇAS
PELA INTERCESSÃO DO BEATO PE. MIGUEL SOPOĆKO



Deus Misericordioso,
que fizestes do Beato Pe. Miguel Sopoćko
um apóstolo da Vossa infinita Misericórdia
e um fervoroso devoto de Maria, Mãe de Misericórdia,
fazei com que, para a propagação da Vossa misericórdia
e para que se desperte a confiança na Vossa paternal bondade,
obtenha pela sua intercessão a graça ..............,
que Vos peço por Cristo Senhor nosso. Ámen.

Pai nosso..., Ave Maria..., Glória ao Pai...



ORAÇÃO PEDINDO A PROTEÇÃO
E A INTERCESSÃO DA MÃE DE MISERICÓRDIA



Ó Senhora minha, Santa Maria!
À Vossa graça, à Vossa especial vigilância e misericórdia,
hoje, todos os dias e na hora da minha morte
encomendo o meu corpo e a minha alma.
Todas as minhas esperanças e os meus consolos,
todas as aflições e sofrimentos,
a vida e o fim da minha vida confio a Vós,
para que, pelos Vossos méritos,
todos os meus atos sejam praticados e guiados
segundo a Vossa vontade e a vontade do Vosso Filho. Ámen.



ORAÇÕES DE SANTA FAUSTINA


“Ó Jesus crucificado, suplico-Vos, concedei-me a graça de sempre, em toda parte e em tudo, cumprir fielmente a Santíssima Vontade de Vosso Pai. E, quando essa Vontade divina me parecer penosa e difícil de realizar, então suplico-Vos, Jesus, que das Vossas Chagas desça sobre mim força e vigor e que a minha boca repita: «Seja feita a Vossa Vontade, Senhor». (...) Jesus cheio de compaixão, concedei-me a graça de me esquecer de mim própria, a fim de viver inteiramente para as almas, ajudando-Vos na Obra da Salvação, segundo a Santíssima Vontade de Vosso Pai...” (Diário, 1265).


“Desejo transformar-me toda na Misericórdia e ser o Vosso vivo reflexo. Que o mais grandioso atributo de Deus, a Sua insondável misericórdia, possa penetrar pelo meu coração e através da minha alma em direção aos outros.Ajudai-me, Senhor, para que os meus olhos sejam misericordiosos: que não suspeite de ninguém e não julgue segundo as aparências exteriores, que eu apenas observe o que é belo na alma do próximo e que vá em seu socorro.
Ajudai-me, Senhor, para que os meus ouvidos sejam misericordiosos: que eu esteja sempre atenta às necessidades dos outros e os meus ouvidos não sejam indiferentes às dores e aos gemidos do próximo.
Ajudai-me, Senhor, para que a minha língua seja misericordiosa: que eu nunca diga mal dos outros, mas tenha para cada um palavras de consolação e de perdão.
Ajudai-me, Senhor, para que as minhas mãos sejam misericordiosas e cheias de boas obras: que só possa fazer bem ao próximo, reservando-me os trabalhos mais duros e difíceis.
Ajudai-me, Senhor, para que os meus pés sejam misericordiosos: que eu esteja sempre pronta a ir ajudar o meu próximo, dominando o próprio cansaço e fadiga (...) Ajudai-me, Senhor, para que o meu coração seja misericordioso: que eu sinta todos os sofrimentos dos outros.
(...) Ó meu Jesus, transformai-me em Vós, já que tudo podeis” (Diário, 163).


“Ó Jesus, desejo viver o momento presente; viver como se este dia fosse o último da minha vida: aproveitar cuidadosamente cada momento para a maior glória de Deus, fazer uso de cada circunstância, de tal maneira que a alma possa tirar proveito. Olhar para tudo do ponto de vista de que nada suceda sem ser da Vontade de Deus. Deus de insondável Misericórdia, envolvei o Mundo inteiro e derramai-Vos sobre nós, pelo compassivo Coração de Jesus” (Diário, 1183).


“Ó Deus de grande Misericórdia, Bondade infinita, – eis que hoje toda a Humanidade clama do abismo da sua miséria à Vossa misericórdia – à Vossa Compaixão, ó Deus! E clama com a sua poderosa voz da miséria! Ó Deus clemente, não rejeiteis a oração dos exilados desta Terra!
Ó Senhor, Bondade incompreensível, que penetrais a nossa miséria e sabeis que, abandonados às nossas próprias forças, não podemos chegar a Vós – por isso Vos imploramos: que nos antecipeis a Vossa graça e continueis a aumentar a Vossa misericórdia para connosco, a fim de que possamos fielmente cumprir a Vossa santa Vontade durante toda a vida e na hora da morte. Que a omnipotência da Vossa misericórdia nos proteja dos ataques dos inimigos da nossa salvação, para esperarmos confiadamente, como Vossos filhos, a Vossa última Vinda, o dia que só Vós conheceis...” (Diário, 1570).

 

FRUTOS DA ORAÇÃO

“É pela oração que a alma se arma para toda a espécie de combate e seja qual for o estado em que se encontre, é necessário que ore. Deve rezar mesmo a alma pura e bela, porque de outra forma perderia a sua beleza; que ore também a que anseia por essa pureza, pois que doutro modo não a atingiria; e a recém-convertida, para que não caia novamente; a alma pecadora, atolada em pecados, para que enfim se possa levantar. Não há uma só alma que não esteja obrigada a rezar, pois é pela oração que cada uma das graças lhe advém” (Diário, 146).


“...a alma deve ser fiel à oração, apesar dos tormentos, da aridez e das tentações, porque em grande parte e principalmente de uma tal oração depende às vezes a concretização de grandes desígnios de Deus. E, se não perseveramos nessa oração, contrariamos o que Deus queria realizar através de nós, ou em nós. Que toda alma se lembre destas palavras: «E, estando em angústia, rezou mais longamente»” (Diário, 872).


 

“Devemos rezar, muitas vezes, ao Espírito Santo pedindo a graça da prudência. A prudência compõe-se de: ponderação, consideração inteligente e propósito firme. Sempre a decisão final pertence a nós” (Diário, 1106).

 

 

<< tabela de conteúdo

Para cima

 

Direitos de autor protegidos: © edição do texto − Urszula Grzegorczyk
Consultoria − Irmã Maria Kalinowska, Congregação das Irmãs de Jesus Misericordioso
Cópia dos textos permitida exclusivamente com o fornecimento do nome completo da fonte de origem
© Tradução: Prof. Mariano Kawka, Mariana Biela